domingo, 8 de julho de 2007

Lussati

Esses dias aprendi uma história muito interessante. Uma enfermeira fará um estágio relâmpago na nutrição, pois ela vai passar 3 meses em campinas numa clínica de Hemodiálise exatamente para aprender a parte da nutrição, para voltar e trabalhar aqui em Luanda no Hospital Maria Pia.
Bom, quando perguntei o nome dela ela disse “Palmira, mas gosto que me chamem de Lussati”. Eu, como sempre curiosa, quis saber o que ma coisa tinha a ver com a outra e ela me explicou:
Na parte sul de Luanda, são conhecidas como Lussati as crianças que perdem seus irmão mais velhos e mais novos e acabam se tornando filhas únicas. Na região sul, basta dizer que seu nome é Lussati e todos já entendem sua história. E a tradução literal desta palavra é Milheiro (onde nascem os milhos). Ao eu ver, significa a mais forte, a que resistiu.
Achei muito bonito e aprendi também, que o ‘Palmira’ foi por conta da época em que Angola era uma colônia portuguesa, quando todos eram obrigados a registrar suas crianças com um nome português.

Agora o diário pessoal... bom, trabalhamos até um pouco mais tarde para deixar tudo em ordem e encaminhado, pois a Rosangela está saindo de férias domingo, quer dizer, estava, pois acabamos de descobrir que o passaporte dela não ficou pronto então ela vai ter que ficar mais uns dias.
Na hora do almoço, fomos até o shopping comprar o meu telemóvel (como chamam aqui os celulares). Pois é, agora eu estou mais comunicável... Bom, chegando ao shopping, como eu já tinha almoçado no hospital, só faltava a sobremesa pra completar e adivinhem o que eu tomei... Milkshake de Ovomaltine do Bob’s!!!!! Nem preciso dizer o tamanho da felicidade, né?
Chegando em casa depois do trabalho, chamamos o Piquete (esse é o nome que se dá para os moços que fazem todos os pequenos concertos por aqui). Ele veio instalar o gás (até agora eu não podia cozinhar... que pena!!!), tentou resolver o problema da internet, mas parece que tem que liberar alguma coisa numa central... isso pode demorar.
Depois voltamos ao shopping, pois era aniversário de uma brasileira, amiga do pessoal. Lá no shopping tem um restaurante, meio barzinho, com comanda individual. Lá conheci um monte de outros brasileiros, inclusive o Spindola e a turma que aparece no blog dele toda hora. Foi bem divertido. Ficamos até uma e pouco e viemos embora. Detalhe: eu, que não bebi nem uma só gota de álcool, tomei o maior tombo na saída... essa foi homenagem pra Mô...hehehe. Ainda bem que já tava um pouco longe de onde a galera estava, então só quem viu o mico foram os que estavam comigo no carro.
E assim está sendo minha estréia.

2 comentários:

Cris disse...

Bom saber q tem milkshake de ovomaltine por ai... hehehe
Te amo.
Beijo

disse...

Hahaha! Amei a homenagem, Dé!!!
Em homenagem a você, sabe o que eu tenho feito aqui? Listinhas!!! Hehehe!
Beijocas